Dicas de Paris

Como andar de metrô em Paris?

Como andar de metrô em Paris

A cidade luz tem 14 linhas de metrô! Sem contar com as outras linhas que ligam a capital às cidades metropolitanas, o RER… Saiba como pegar o metrô em Paris, ir para o aeroporto, para o centro da cidade, para os pontos turísticos. Guia prático imperdível do metrô de Paris!

Paris com certeza é uma das cidades que tem o melhor transporte público do mundo. Um grande exemplo é a sua rede de metrô! Para se ter uma ideia, quando se olha no fundo dos trilhos de uma estação, é possível ver o metrô parado na estação anterior! Ou seja, a maioria das estações está a mais ou menos 5 minutos à pé uma da outra, tamanha é a densidade dos trilhos! Ao todo, a cidade tem 303 estações espalhadas em 105,4 km2 (só para comparar, Paris é um pouquinho maior que Vitória, ES que possui 93,3 km2).

Quando estiver em uma rua parisiense, é quase certo que há um metrô pertinho. Portanto, prático para se locomover, se localizar e estratégico caso você se perca (atividade preferida dos turistas…)! Embora seja sempre bom se perder em Paris… Mas se quiser otimizar o seu tempo e não ficar igual uma barata tonta, veja as nossas dicas neste post dedicado especialmente aos metrôs da cidade luz!

O que saber antes de pegar o metrô em Paris?

Você está no seu hotel e quer ir para a Torre Eiffel. Como saber em qual estação de metrô você deve parar? Precisa de fazer baldeação? Onde? Todas essas questões são essenciais e suas respostas vão te levar para seu destino.

Então, vamos ao passo a passo:

Onde estou e qual é a estação de metrô?

  • Em qual estação fica o meu hotel ou apartamento? Normalmente, eles informam onde você está e qual é a estação de metrô mais próxima. Há sempre aqueles mapas da cidade distribuídos gratuitamente. Então, marque no mapa onde você está para ficar mais fácil de se localizar. No mapa, você vai ver um “M” que indica a estação de metrô. Se não, há sempre nosso amigo inseparável, Google Maps (mas nem sempre é bom contar com ele, vai que sua bateria acaba ou você não tem conexão internet?)! Através do GPS, você se situa e pode procurar qual é a estação mais próxima do seu hotel ou apartamento.
  • Como saber quais são as estações de metrô dos pontos turísticos? Como para o hotel ou apartamento, você olha no mapa qual é a estação de metrô mais próxima de cada ponto ou você olha no Google Maps.

Como definir o melhor trajeto de metrô?

Agora que já sabe a estação de metrô de sua partida e chegada, como definir o trajeto? Aquele em que vou fazer menos baldeação? Ou vou chegar mais rápido?

Mais um passo a passo aqui:

  • Mapa da RATP (Régie Autonome des Transports Parisiens – Sede Autônoma de Transportes Parisienses – instituição que administra os metrôs de Paris): muito importante, eles são distribuídos em toda estação de metrô de Paris de graça ou posto de informações turísticas. Você tem várias versões: grande, de bolso, turístico (que informa a estação de metrô de cada ponto)… Ou se não, todos os guias (livros) da cidade que se prezem tem um mapa do metrô de Paris no início ou no final.
  • Definir o trajeto é como montar um quebra-cabeça. Você sabe que vai partir do ponto A ao B. Situe os dois pontos no seu mapa. Depois, olhe as opções das linhas de metrô que ligam o ponto A e o ponto B e veja como vai fazer para cruzar os dois pontos. É bem possível que você tenha que fazer uma baldeação, ou seja, trocar de linha. Vamos explicar melhor o que isso significa!
  • Quanto demora o trajeto de A a B? Geralmente, o tempo de uma estação para outra é de 1 a 1,5 minutos (só contar o número de estações mais a metade). Conte 5 minutos para cada baldeação.
    Então, você vai escolher o caminho menos demorado, ou seja, aquele com menos estações (paradas) ou baldeações. Por exemplo, se há 10 estações e 1 baldeação entre A e B, o metrô vai demorar de 15 a 20 minutos para percorrer o trajeto.
  • Linha – Direção – Estação – as três coisas essenciais para saber antes de pegar qualquer metrô na cidade. A linha é indicada pelo número e cor. A direção (normalmente duas), na verdade, é a última parada de cada sentido. Portanto, é importante saber em qual sentido você deve ir para não pegar a linha certa, mas o sentido errado. Já a estação é onde você vai descer.

Outras informações importantes para andar de metrô em Paris

  • Horários: saiba que o metrô de Paris abre e fecha relativamente cedo! Nos dias de semana, o metrô abre às 5h30 e fecha às 1h em ponto.
    Isso quer dizer que o último metrô chega ao término nessa hora. Portanto, chegue na estação de partida no máximo às 24h se quiser pegar o último metrô. Pense também no tempo das baldeações e na duração do trajeto…

Sexta e sábado, ele fecha um pouco mais tarde: de 5h30 as 2h. Lembrando que é melhor estar na estação de partida no máximo às 1h (baldeação, tempo do trajeto, etc)…

  • Sempre guardar os tickets com você durante a viagem. Só jogue o ticket que você usou fora depois que sair do interior do metrô, do ônibus, do tramway. Os fiscais pedem para verificar o ticket. Caso perder o seu, a multa é de 50€…
  • Cuidado com os pickpockets, ou seja, ladrões!!!! O metrô de Paris é o local preferido deles! Na maioria das vezes, você nem sente eles te roubando de tão discretos. Por isso, nunca deixe suas coisas de valor e documentos dando sopa…
  • RER x metrô: eles têm funções e são fisicamente diferentes. Por exemplo, o metrô circula somente em Paris e suas linhas são representadas por números. Já o Réseau Express Régional (Rede Expressa Regional), RER, circula dentro e fora da capital e tem a função de ligar Paris a sua região metropolitana. Suas linhas são diferenciadas por 5 letras: A, B, C, D e E.
  • Ônibus: eles fazem pequenos trajetos dentro de um bairro ou que o metrô não cobre. Há um mapa específico para eles também, mas é menos comum se locomover de ônibus em Paris.
  • Tramway: Paris também tem os trens urbanos que circulam na superfície da cidade. Eles cobrem o cinturão, os Boulevards des Maréchaux, ligando as portas da cidade (as antigas saídas do Paris intramuros…). Eles são muito úteis se você precisa sair de uma porta, ex: Porte de Vincennes, e ir para outra porta, ex: Porte de Montreuil.

As 14 linhas de metrô de Paris e seus principais pontos turísticos

Agora que você já sabe andar de metrô em Paris, veja quais são os principais pontos turísticos presentes nas estações de cada linha de metrô parisiense.

A linha 1, a primeira inaugurada em 19 de julho de 1900 (há exatamente 118 anos), com certeza é a mais turística. Por ela, podemos chegar nos principais monumentos da capital francesa.

Já a linha 6 é quase um ponto turístico! Uma parte dela é externa (a linha 2 também) e você pode ver a Torre Eiffel e lindas paisagens parisienses através dela.

Lembrando que não há todas as estações das linhas aqui. O interesse é justamente destacar as estações onde há monumentos turísticos e as principais atrações da cidade luz.

Linha 1

Cor: amarela – direções: La Défense – Château de Vincennes

  • Charles de Gaulle – Étoile – Arco do Triunfo e Champs-Élysées
  • Champs-Élysées-Clemenceau – início da avenida Champs-Élysées, Grand Palais, Petit Palais, Ponte Alexandre III
  • Concorde – Praça da Concórdia (Obelisco, vista para a Champs-Élysées e Arco do Triunfo no fundo)
  • Tuileries – Jardim de Tuileries (antigo jardim do palácio do Louvre)
  • Palais Royal – Musée du Louvre – Palais Royal (lindo jardim), Comédie Française, entrada subterrânea (Carrousel de Louvre) e externa para o Museu do Louvre e Musée des Arts Décoratifs (Museu de Artes Decorativas)
  • Châtelet – centro de Paris, estação com baldeação para várias linhas
  • Hôtel de Ville – Prefeitura de Paris, Centro Georges Pompidou
  • Saint-Paul – Bairro do Marais e ilha de Saint Louis
  • Château de Vincennes – Castelo de Vincennes – castelo de caça dos reis franceses originado no século XII e bosque de Vincennes

Linha 2

Cor: azul – direções: Porte Dauphine – Nation

  • Père Lachaise – lindo cemitério onde estão enterrados vários famosos como Jim Morrison, Oscar Wilde, Molière, Édith Piaf, Allan Kardec…
  • Belleville – lado B de Paris, Belleville pode te surpreender! Leia nosso post sobre passeio alternativo em Belleville!
  • Anvers – igreja Sacré Coeur e bairro de Montmartre
  • Charles de Gaulle-Étoile – falamos na linha 1

Linha 3

Cor: verde folha seca – direções: Pont de Levallois-Bécon – Gallieni

  • Opéra – Ópera Garnier – uma das óperas mais bonitas do mundo
  • Temple – bairro do Marais
  • Père Lachaise – falamos dele na linha 2

Linha 4

Cor: Rosa pink – direções: Porte de Clignancourt – Mairie de Montrouge

  • Étienne Marcel – bairros Marais e Les Halles
  • Les Halles – bairro central e com bastante comércio
  • Châtelet – centro de Paris, Centro Georges Pompidou
  • Saint Michel – Notre Dame de Paris, Quartier Latin
  • Saint-Germain-des-Près – conhecido bairro dos existencialistas Jean Paul Sartre e da Nouvelle Vague (corrente do cinema francês que influenciou o mundo inteiro)

Linha 5

Cor: laranja – direções: Bobigny Pablo Picasso – Porte d’Italie

  • Gare d’Austerlitz – Jardin de Plantes

Linha 6

Cor: verde claro – direções: Charles de Gaulle Étoile – Nation

Ps: uma grande parte da linha 6 é externa. Inclusive, podemos ver a torre Eiffel dentro do metrô!

  • Charles de Gaulle Étoile –  Arco do Triunfo e Champs-Élysées
  • Trocadéro – Musée de l’Homme (Museu do Homem), Cité de l’Architecture et du Patrimoine (Cidade da Arquitetura e do Patrimônio), Palais de Tokyo, vista maravilhosa para a Torre Eiffel.
  • Bir-Hakeim – Torre Eiffel

Linha 7

Cor: rosa claro – direções: La Courneuve-8 Mai 1945 – Mairie d’Ivry ou Villejuif-Louis Aragon

  • Opéra – falamos na linha 3!
  • Palais Royal – Musée du Louvre – falamos na linha 1
  • Pont Neuf – Place Dauphine, Ponte Nova (mais antiga de Paris), bela vista para cidade e para o rio Sena
  • Châtelet – Centro de Paris, Centro Georges Pompidou
  • Pont Marie – Ilha Saint Louis

Linha 8

Cor: rosa lilás – direções: Balard – Créteil

  • Invalides – Hôtel des Invalides – Musée de l’Armé (Hotel dos Inválidos – onde está enterrado Napoleão Bonaparte) e Museu do Exército, Ponte Alexandre III, Musée Rodin
  • Concorde – falamos na linha 1
  • Madeleine – igreja da Madeleine e região da Ópera Garnier
  • Opéra – falamos na linha 3

Linha 9

Cor: verde claro folha seca – direções: Balard – Créteil

  • Trocadéro – falamos na linha 6
  • Iéna – Palais de Tokyo e Musée d’Art Moderne (Museu de Arte Contemporânea)
  • Alma – Marceau – ponto para pegar o Bateau Mouche, bela vista para o Sena e Torre Eiffel
  • Franklin D. Roosevelt – avenida Champs-Élysées

Linha 10

Cor: amarelo escuro – direções: Boulogne – Pont de Saint-Cloud – Gare d’Austerlitz

  • Mabillon – bairro Saint-Germain-des-Près (falamos na linha 4)
  • Cluny – La Sorbonne – Notre Dame, Quartier Latin, Sorbonne, Parque de Luxemburgo, Panthéon
  • Cardinal Lemoine – Panthéon
  • Gare d’Austerlitz – Jardin des Plantes

Linha 11

Cor: Marrom – Direções: Châtelet – Mairie des Lilas

  • Châtelet – centro de Paris, Centro Georges Pompidou
  • Hôtel de Ville – falamos na linha 1
  • Rambuteau – Centro Georges Pompidou, bairros Marais e Les Halles

Linha 12

Cor: verde escuro – Direções: Aubervilliers – Saint Denis – Mairie d’Issy

  • Abbesses – igreja Sacré-Coeur, bairro de Montmartre
  • Madeleine – falamos na linha 8
  • Concorde – falamos na linha 1
  • Solférino – Musée d’Orsay

Linha 13

Cor: azul claro – Direções: Saint Denis-Université ou Asnières-Gennevilliers – Châtillon-Montrouge

  • Basilique de Saint-Denis – basílica onde foram enterrados muitos os reis franceses
  • Champs-Élysées – Clemenceau – falamos na linha 1
  • Invalides – falamos na linha 8

Linha 14

Cor: lilás escuro – Direções: Saint-Lazare – Olympiades

  • Madeleine: falamos na linha 8
  • Châtelet: centro de Paris, Centro Georges Pompidou
  • Bibliothèque François Mitterrand: biblioteca nacional da França e lado B do rio Sena

Como andar de metrô em Paris
Estação de metrô em Paris – Foto Pixabay

Como comprar as passagens do metrô de Paris?

Os turistas têm duas opções em Paris: ou compram tickets ou o cartão “Visite”.

Normalmente, o que mais vale a pena é comprar as cartelas de tickets de metrô. Saiba que os tickets são diferentes e custam mais caro para ir aos aeroportos, Versalhes e EuroDisney (por estarem fora da cidade, ou seja, em outras zonas. Paris representa a zona 1 e a região metropolitana vai até a zona 5!).

Veja abaixo os detalhes e os exemplos mais comuns:

  • Unidade ticket T+ para andar de metrô, ônibus, tramway, RER dentro de Paris: 1,90€
  • Cartela com 10 tickets T+: 14,90€

Ou seja, cada ticket vai custar 1,49€! Vale muito a pena comprar o “carnet” ao invés de comprar somente um ticket. Afinal, você acaba com a cartela com 5 viagens ida e volta de metrô dentro da cidade luz.

  • Ticket unitário Paris – Versalhes (zona 4 da cidade): 3,65€ (7,30€ ida e volta)
  • Ticket unitário Paris – Marne-la-Vallée EuroDisney (zona 4 da cidade): 7,60€ (15,20€ ida e volta).
  • Ticket unitário Paris – Aeroporto Charles de Gaulle: 10,30€ (20,60€ ida e volta).
  • Ticket unitário Paris – Aeroporto Orly: 12,10€ (24,20€ ida e volta).

O cartão “Visite” com transporte ilimitado para Paris tem um preço bem salgado:

Zonas de 1 a 5 (Paris periferia – banlieue) Paris, EuroDisney, Versalhes, aeroportos…
Nº dias Preço adulto Preço criança (4 – 10 anos)
1 25,25€ 12,60€
2 38,35€ 19,15€
3 53,75€ 26,85€
5 65,80€ 32,90€

 

Ela só vale a pena para os turistas que vão fazer ida e volta para um aeroporto, EuroDisney, Versalhes e vão usar o transporte dentro de Paris.

Veja aqui se você se encaixa em um desses casos:

  • Aeroporto Charles de Gaulle ida e volta (20,60€), EuroDisney ida e volta (15,20€), Versalhes ida e volta (7,30€) e dentro de Paris (somente uma cartela 14,90€): 20,60€ + 15,20€ + 7,30€ + 14,90€ = 58€ (no mínimo). Se você quer fazer tudo isso, então vale a pena comprar o cartão “visite” se ficar 3 dias na cidade ou até se ficar 5. Por que? Porque é muito fácil gastar uma cartela de 10 ticket T+ dentro de Paris. Ou seja, você finalmente vai gastar mais de 58€…
  • Aeroporto Orly ida e volta (24,20€), EuroDisney ida e volta (15,20€), Versalhes ida e volta (7,30€) e dentro de Paris (somente uma cartela 14,90€): 24,20€ + 15,20€ + 7,30€ + 14,90€ = 61,60€ (no mínimo). Se você quer fazer tudo isso, então vale a pena comprar o cartão “visite” se ficar 3 dias na cidade ou até se ficar 5. Por que? Porque é muito fácil gastar uma cartela de 10 ticket T+ dentro de Paris.
  • Dentro de Paris (1 cartela 14,90€), EuroDisney ida e volta (15,20€), Versalhes ida e volta (7,30€): 14,90€+15,20€+7,30€ = 37,40€. Não vale a pena comprar o cartão “visite. Se gastar mais de uma cartela dentro de Paris (o que é bem provável), você vai gastar 52,30€, menos que o cartão “visite”. Desconsideramos o cartão “visite” de dois dias (38,35€) porque é quase impossível fazer isso tudo em dois dias…
  • Dentro de Paris (1 cartela 14,90€), EuroDisney ida e volta (15,20€) ou Versalhes ida e volta (7,30€): 14,90€ + 15,20€ = 30,10€ ou 14,90€ + 7,30€ = 22,20€.  Não vale a pena comprar o cartão “visite.
  • Dentro de Paris somente: compre quantas cartelas quiser com 10 tickets T+ mas não vale a pena comprar o cartão “visite”.

Mais uma curiosidade: RER x Metrô de Paris

Primeira coisa a ser dita: o RER não é igual ao metrô! Eles têm funções e são fisicamente diferentes. Por exemplo, o metrô circula somente em Paris e suas linhas são representadas por números. Já o Réseau Express Régional (Rede Expressa Regional), RER, circula dentro e fora da capital e tem a função de ligar Paris a sua região metropolitana. Suas linhas são diferenciadas por 5 letras: A, B, C, D e E.

Os vagões dos metrôs de Paris têm somente um andar e os dos RER tem 2 andares! Isso para conduzir o grande fluxo de pessoas que transitam de Paris para as cidades periféricas e vice e versa. Muitas estações têm os dois: metrô de Paris e RER. É fácil notar que a localização do RER é muito mais profunda que a dos metrôs de Paris. Então, para pegá-lo, devemos descer mais escadas que o metrô normal (não se preocupe, sempre tem elevador ou escadas rolantes).

Lembrando que o RER é de extrema importância para o funcionamento da capital, visto que muitos trabalhadores da cidade luz moram em suas cidades próximas. Além disso, ele liga Paris também a locais estratégicos como o Parque de Exposições Villepinte, EuroDisney (Marne la Vallée), Castelo de Versalhes e os aeroportos Charles de Gaulle – Roissy e Orly – até Antony, depois temos que pegar um outro trem, o Orlyval.

Muitos turistas acabam conhecendo o RER quando saem ou chegam dos aeroportos Charles de Gaulle e Orly, quando vão para o castelo de Versalhes ou para EuroDisney. Porque, para quem ainda não sabe, Versalhes é uma cidade periférica de Paris (banlieue). Já a EuroDisney fica na cidade de Marne la Vallée.

O RER C que vai para Versalhes é considerado uma linha bem turística porque passa pela Notre Dame, Inválidos, Museu d’Orsay, Torre Eiffel… Porém, a linha é muito complexa (dê uma olhada no seu mapa)! Ela tem várias direções diferentes (que são indicadas pelo ponto final de cada uma). Por isso, você deve ficar atento à tela presente na plataforma dos RER para saber se o trem passa ou não onde quer descer, por exemplo, em Versalhes.

Mas atenção, essa tela existe somente nas linhas de RER, não no metrô! Há também um painel com várias luzinhas e as estações. As luzinhas acesas sinalizam as estações onde o RER vai parar. Então, se a sua estiver apagada, espere até ela ficar acesa!

Link legal do metrô de Paris em português do Brasil: https://www.ratp.fr/en/visite-paris/do-brasil/visitando-paris-e-seus-arredores


Foto: Pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *