Sem categoria

Meia-Noite em Paris: o filme que inspirou nossos passeios

Filme Meia-Noite em Paris

Com cenários encantadores, o longa de Woody Allen nos leva a viver e experimentar a cidade-luz de um jeito totalmente diferente.

Lançado em 2011, Meia-Noite em Paris (Midnight in Paris), o premiado filme escrito e dirigido por Woody Allen, foi inspiração para os passeios de bicicleta do Meia-Noite em Paris, especialmente os tão queridos passeios noturnos.

E a influência do longa em nossas atividades não se resume à vontade de conhecer os belíssimos cenários de Paris visitados por Gil Pender, personagem principal do filme, em uma mistura perfeita entre romantismo e boemia. A essência dessa obra cinematográfica, bem como a dos passeios de bicicleta do Meia-Noite em Paris, é a experiência que a cidade pode causar a quem se permite viver Paris para além do roteiro comum seguido pela maioria dos turistas.

Essa é, talvez, a principal crítica de Woody Allen no filme. Para o cineasta, a arte não se resume em museologia, sobretudo ao ato de visitar museus e pontos turísticos e históricos apenas seguindo um roteiro, sem vivenciar aquela arte e deixar que ela se ressignifique na vida do observador. Isso fica claro em um momento do filme em que Gil critica um amigo de sua noiva: “é um pseudointelectual”, provoca. No caso, o colega do casal guia as pessoas pelos jardins de Versalhes e Museu Rodin e esbanja, com certa arrogância, todo o seu conhecimento e erudição.

A arte não deve ser ostentada, mas experimentada, segundo Woody Allen. E é o que os passeios de bicicleta do Meia-Noite em Paris se propõem: oferecer uma oportunidade para o visitante da cidade-luz viver a cidade, experimentá-la e sair completamente transformado.

Saiba mais sobre nosso Passeio Noturno Meia-Noite em Paris by Bike

Enredo do Meia-Noite em Paris, filme de Woody Allen

Gil Pender (interpretado por Owen Wilson) é um escritor e roteirista americano. Apesar de ser bem remunerado em Hollywood, vive com uma grande frustração por não se sentir realizado em seu ofício. Ele aproveita uma viagem com a família de sua noiva Inez (Rachel McAdams) à Paris, cidade que admira, para tentar se reencontrar como escritor.

Gil Pender caminha ao lado de Adriana, uma moça que conhece na Paris da década de 1920

Ao destoar de sua noiva, interessada em viver o luxo e glamour de Paris, e de seus sogros que não disfarçam a desaprovação com o noivado, Gil passa a realizar passeios sozinhos pelas ruas de Paris, a fim de buscar inspiração. O escritor idolatra a cidade, e seu sonho era ter vivido ali durante a década de 1920, época que ele considera de ouro para a capital francesa. De fato, os anos 1920 representam um marco de ressignificação para a arte parisiense. Nesse momento, muitos artistas, como Pablo Picasso e Salvador Dalí, frequentavam os bares, ateliês e cafés da cidade.

Gil possuía um grande apreço por esses artistas e, um dia, enquanto realizava um passeio noturno e solitário, misteriosamente ao badalar da Meia-Noite é transportado para a Paris dos anos 1920, e acaba conhecendo personalidades tão admiradas por ele.

O escritor passa a participar de festas e encontros com inúmeros artistas e intelectuais da época, até que se apaixona por Adriana (Marion Cotillard), uma bela moça do passado. Gil, então, é levado a se questionar sobre os rumos de sua vida e a confrontar a ilusão de que uma vida diferente no passado seria melhor que a atualidade.

A experiência vivida em Paris, com boas doses de humor e melancolia, desencadeia o antigo sonho de Gil de se tornar um reconhecido escritor, entendendo que não se deve abdicar da própria vida em nome da arte, pois a arte mais elevada é aquela que justamente ajuda as pessoas a compreenderem a vida.

Cenários do filme visitados pelos passeios de bicicleta do Meia-Noite em Paris

Alguns dos belos locais parisienses mostrados no filme de Woody Allen também são visitados durante os nossos passeios de bicicleta. Confira uma seleção que recomendamos para você:

Ponte Alexandre III

foto: Filipe Xavier

Mais parecida com uma avenida sobre o Rio Sena, a Ponte Alexandre III possui 154 metros de comprimento e 40 de largura. É um monumento decorado com colunas de mármore e conta com as famosas Dorées Renommées, estátuas douradas que simbolizam as Artes, Ciências, Indústria e Comércio. Esse é um dos locais visitados pelo eMeia-Noite em Paris by Bike, nosso passeio noturno.

As margens do Rio Sena, atualmente exclusivas para a circulação de pedestres e ciclistas, compõem o roteiro do nosso passeio de bicicleta privativo com piquenique para crianças. A Ponte Alexandre III também é um dos locais visitados por esse passeio.

Livraria Shakespeare & Co

A atual Livraria Shakespeare & Co foi aberta em 1951, como uma homenagem à livraria de mesmo nome que foi fechada, em 1940, durante a ocupação nazista na França. Essa primeira livraria era frequentada por artistas da década de 1920, tornando-se um símbolo da época. A atual livraria, ainda que em um endereço diferente de onde funcionou a primeira, oferece um gostinho especial do local que inspirou grandes escritores ao longo do tempo.

Uma visita à livraria Shakespeare & Co está inclusa no nosso passeio de bicicleta pelo Centro Histórico de Paris.

Igreja Saint-Étienne-du-Mont

As escadarias da Igreja Saint-Étienne-du-Mont é outro ponto de Paris visitado pelo nosso passeio pelo Centro Histórico e que tem um papel-chave no filme Meia-Noite em Paris. Localizada no Quartier Latin, bairro intelectual e boêmio explorado pelo nosso passeio, essa igreja abriga as relíquias mortais de Santa Genoveva, padroeira de Paris e santa protetora contra as guerras e epidemias.

Foi sentado nas escadarias da igreja Saint-Étienne-du-Mont que, ao badalar da meia-noite, o personagem Gil é convidado a viajar para Paris da década de 1920, iniciando toda a magia do filme.

Mercado das pulgas Saint-Ouen

O mercado das pulgas de Paris, ou Marché aux Puces de Saint-Ouen, tem uma história fascinante. Atualmente é uma das maiores feiras de antiguidade do mundo e o quinto lugar mais visitado da França. É possível encontrar de tudo no mercado das pulgas Saint-Ouen, desde objetos de decoração a móveis de diversos estilos, e muitos bibelôs, tapeçaria, vinis, fotografias, roupas e muito mais.

É no mercado de pulgas que, no filme, Gil conhece Gabrielle, uma jovem apreciadora da música dos anos 1920 e fica admirado com os artefatos antigos. E você certamente também ficará impressionado com este local que é uma verdadeira viagem no tempo.

Catedral Notre Dame

No filme Meia-Noite em Paris, é na Praça Jean XXIII, que se encontra atrás da Catedral de Notre Dame, que a guia turística traduz o diário de Adriana, a bela moça do passado, para Gil, e ele descobre que o sentimento que tem por ela é mútuo.

A Catedral de Notre-Dame é uma das mais antigas catedrais francesas em estilo gótico e uma das mais imponentes construções do mundo. Você pode conhecê-la no nosso passeio noturno, o Meia-Noite em Paris by Bike.

Torre Eiffel

foto: Filipe Xavier

E claro que não poderia faltar a incrível Torre Eiffel, símbolo-mor da capital francesa e do próprio país. Com 130 anos de idade, a torre tem 324 metros de altura é o monumento pago mais visitado do mundo. Além disso, é cenário de diversas obras cinematográficas.

Durante a noite, a Torre Eiffel torna-se ainda mais majestosa com suas luzes, e você pode conhecer essa obra-prima no passeio noturno e viver algo incrível na capital francesa.

Além desses cenários mostrados no filme Meia-Noite em Paris, você poderá conhecer muitos outros lugares encantadores com os nossos passeios de bicicleta. Se você vai a Paris e deseja vivenciar uma experiência incrível e aproveitar a cidade de forma diferente dos roteiros comuns, como fez o Gil de Meia-Noite em Paris, reserve agora mesmo um dos nossos passeios pela cidade-luz. Você sairá transformado pela beleza escondida da cidade!

Reservas de passeios em Paris: www.meianoiteemparis.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *