Dicas de Paris Passeios em Paris

Piquenique em Paris: 5 lugares perfeitos

Piquenique em Paris

Conheça 5 lugares perfeitos e também dicas de como fazer um piquenique em Paris, uma das coisas mais deliciosas para se fazer na primavera e verão.

Eu tenho a sorte de fazer aniversário no início da primavera parisiense. Depois de meses de inverno e programas em locais fechados, todos os anos tenho aproveitado esta ocasião para fazer um grande piquenique com meus amigos. Em maio, Paris começa a se aquecer para a grande festa que é o verão e abrir meu ano novo com algum contato com a natureza, cercada dos amigos e com comida boa tem se tornado uma tradição.

Mas não só no meu aniversário tenho esse hábito, às vezes quero encontrar uma amiga e, ao invés de marcar em um café, sugiro um piquenique. Além disso, quando estou passeando de bike sempre programo um piquenique no meio do caminho, sem contar que às vezes organizo  piqueniques para turistas que me pedem passeios privados – aliás, a partir deste mês lançamos um passeio de bike para famílias com crianças com piquenique incluso.

Bom, para você que está vindo visitar Paris entre maio e setembro, recomendo não deixar de viver esta experiência. A primeira vez que visitei Paris, em 2008, fiz um piquenique na beira do Sena com baguete, queijos, frutas e vinho, super-simples, porém inesquecível! De toda forma, mesmo um piquenique simples requer alguma preparação e logo mais vou listar os itens indispensáveis.

Mas antes vou listar 5 lugares incríveis para você fazer um piquenique em Paris.


1 – Margens do Rio Sena

Piquenique Rio Sena Paris

O Rio Sena, apesar de ser um rio selvagem, com uma extensão de 776 km e que passa por muitas cidades no norte da França, tem seu charme especial na cidade de Paris. O Sena corta a Cidade Luz inteira, dividindo-a em Rive Gauche (lado esquerdo) e Rive Droite (lado direito), além de possuir duas ilhas naturais e 37 lindas pontes espalhadas em uma extensão aproximada de 10 km. Tudo isso para dizer que, de uma maneira geral, qualquer cantinho do Rio Sena é gostoso para fazer um piquenique, mas claro que alguns lugares têm o cenário mais deslumbrante que outros.

Meu cantinho favorito no Rio Sena é nas margens da Île Saint-Louis (Ilha de São Luís). Esta pequena ilha residencial é puro charme e, embora não tenha nenhum monumento, é aqui que se fabrica o delicioso sorvete Berthillon, considerado pelos parisienses o melhor sorvete do mundo! Além disso, é nesta ilha que temos uma vista deslumbrante das costas da Catedral de Notre Dame. O endereço exato que estou falando é: Quai d’Orleans, mais ou menos em frente ao número 26. Ali você vai encontrar uma rampa e uma pequena escada que vão te deixar bem pertinho do Rio e com Notre Dame no cenário. Aqui também é um lugar perfeito para assistir ao pôr do sol em Paris. Lembrando que no verão o sol se põe quase às 22 horas!


2 – Parc des Buttes-Chaumont

Este parque é um pouco fora da rota turística, ao norte da cidade, no distrito 19. Mas a minha ideia é também compartilhar com vocês lugares onde os locais frequentam e, já que Paris é uma cidade pequena e que possui um excelente transporte público, você não terá dificuldade nenhuma em chegar neste lugar incrível.

Inaugurado em 1867 por Napoleão III, é um grande parque com 25 hectares, a quinta maior área verde de Paris. O jardim é em estilo inglês e o parque possui uma ilha, uma gruta, rochas, cascata, mirante, falésia, ponte suspensa, um lago e, na parte mais alta do parque, uma vista belíssima para a cidade de Paris. Bom, exceto pela flora e fauna, nada é muito natural por aqui, mais ainda assim é muito bonito e impressionante!

O parque tem seis entradas, mas o meu lugarzinho favorito é na parte alta, próximo ao agitado bar (que fica dentro do parque) Rosa Bonheur. A entrada chama-se Porte de la Villette, próxima à Rue Botzaris.


3 – Canal Saint-Martin e Canal de l’Ourcq

Piquenique Canal Saint-Martin

Ainda na parte norte da cidade, esses canais que foram construídos por Napoleão Bonaparte para trazer água potável para a cidade são os locais mais agitados e frequentados no verão por quem mora em Paris. Digamos que é uma área bem hipster, cheia de cafezinhos, bares, restaurantes descolados e lojas de pequenos criadores, puro charme, na verdade.

O Canal Saint-Martin tem 4,5 km de extensão, nove eclusas e duas pontes móveis que se viram para as embarcações passarem (grande atração do canal), além das famosas pontes de ferro imortalizadas no filme Amélie Poulain. Situado entre os distritos 10 e 11, ele deságua no Rio Sena e encontra-se com o Canal de l’Ourcq.

Já o Canal de l’Ourcq tem 96,6 km de extensão, começa em Paris e passa por várias outras cidadezinhas. O canal possui diversas péniches (barcos ancorados) que são bares, restaurantes e até uma biblioteca-barco. No verão aqui também acontece a praia parisiense e o canal oferece gratuitamente diversas atividades aquáticas. Em 2017, foi inaugurada uma piscina natural no canal e é possível alugar pequenos barcos (não é necessário ter carteira) para navegar ao longo do canal.

E o meu cantinho favorito para “piquenicar” nesta área é bem em frente ao Bar Ourcq, aliás, um dos meus bares favoritos da cidade. O endereço do bar é  68 Quai de la Loire. Acho que deu pra perceber que tenho um carinho especial pelo norte de Paris, né? Bom, moro por aqui e se você quiser conhecer mais da Paris dos parisienses, temos um roteiro de bike bem completo que explora toda esta região de Paris.


4 – Place des Vosges

Piquenique Place des Vosges

Essa praça é considerada uma das mais perfeitas do mundo! Além de sua beleza, ela é um quadrado perfeito – observe a foto aérea que você vai entender do que estou falando. Seus jardins à la française são absolutamente simétricos, assim como toda a construção em sua volta. Inaugurada em 1612, antes ela se chamava Place Royal,  era um lugar muito frequentado pela nobreza francesa – dizem que pessoas mal vestidas não podiam entrar na praça. Muitas personalidades já habitaram seu entorno, como Victor Hugo – hoje a casa em que ele morava é um museu gratuito, perfeito para conhecer uma dessas construções por dentro, além de descobrir mais sobre este brilhante escritor.

Bem central, a Place des Vosges é localizada entre o distrito 3 e 4, entre a Praça da Bastille e o bairro do Marais. Porém, a praça não é muito grande e se estiver um dia ensolarado pode ser difícil de encontrar um lugar para estender sua toalha no gramado.

Se você quiser saber mais desta praça, agende com a gente o passeio de bike pelo centro histórico – além de visitarmos a Praça des Vosges, iremos explorar outros lugares pitorescos do  bairro Les Marais.


5 – Torre Eiffel

Piquenique em Paris

Já que estamos falando de Paris, não poderíamos deixar de citar a Dama de Ferro. Lugar para se acomodar não falta, você pode escolher entre o Parc du Champ-de-Mars e os Jardins du Trocadéro. Um dica é vir fazer um piquenique por aqui por volta das 20 horas no verão, assim você vai assistir à torre começando a se iluminar e poderá assistir seu show de luzes, que acontece de hora em hora por 5 minutos a partir das 22 horas no verão.

O único inconveniente aqui é que em geral está sempre muito lotado de turistas e os vendedores de souvenir e bebidas vão estar sempre te abordando e tentando vender alguma coisa, mas isso não tira o brilho de estar apreciando o monumento mais importante da França.

No nosso passeio Meia-Noite em Paris by Bike chegamos à Torre Eiffel exatamente à meia-noite e, apesar de não dar tempo para fazer piquenique, estouramos uma champagne e fazemos um brinde enquanto a torre pisca! Mas acabamos de lançar um roteiro (perfeito para crianças) que inclui um piquenique na torre.


Vamos agora focar em como preparar seu piquenique em Paris?

Os franceses são experts em piqueniques! Quando querem fazer disso uma grande ocasião, chegam a organizar realmente uma refeição, porém com comidas frias – normalmente são saladas variadas, como salada de batatas, de macarrão, de grão de bico…. Realmente um ‘déjeuner sur l’herbe’ (almoço na grama), como bem retratou Édouard Manet em sua obra de 1862 em exposição no museu D’Orsay.  Neste caso, porém, têm que ser levados pratos e talheres (mesmo que descartáveis) para todos. Além disso, vejo muitas festas de crianças sendo comemoradas com piqueniques em especial nos parques, quando geralmente enfeitam as árvores com bandeirinhas, balões e às vezes até montam mesas decoradas.

Mas a idéia aqui é falar de piquenique mais descontraídos (também muito praticado pelos franceses), o estilo ideal para quem está visitando a cidade, ou seja, sem grandes complicações. Para fazer um piquenique simples, porém em grande estilo como o que eu fiz a primeira vez em 2008, segue a lista de itens que usei para duas pessoas:

  • 1 garrafa de vinho tinto (se optar por vinho branco ou rosé o ideal é que seja geladinho, neste caso você vai precisar de uma sacolinha térmica)
  • Água mineral (sempre bom para hidratar)
  • 2 tipos de queijos
  • 1 caixinha de morangos ou um pacote de cerejas ou uvas
  • 1 baguette

Com o passar dos anos morando na França, conhecendo melhor os produtos que funcionam para esta ocasião, acabei acrescentando uma série de coisas e peguei o hábito de comprar o queijo na queijaria, que são muito melhores que de supermercados,  o vinho no cavista, as charcuteries (que são os embutidos como presuntos, salsishão, etc.) nas lojas especializadas e assim vai. Além disso, me preocupo muito com a visual da “mesa” de piquenique, evito deixar as coisas em embalagens plásticas, por exemplo.

Vamos agora então às delícias que costumo levar para um piquenique mais sofisticado:

  • 3 tipos de queijos bem distintos, como um de cabra e um de vaca, um fresco e um envelhecido. Os meus favoritos são: comté, brie com trufas e um roquefort ou blue.
  • 3 tipos de charcuterie: salame, presunto de parma e salsichão.
  • 2 vegetais, como tomatinhos-cereja e pepino ou cenoura cortados em fatias fininhas.
  • Rillette de pato ou porco (espécie de patê de carne desfiada).
  • Alguma coisinha para “dippar” os vegetais – adoro hômus, mas pode ser guacamole, tzatziki  (molho grego de iogurte) ou até uma pastinha de azeitonas.
  • 2 tipos de frutas da estação – as minhas favoritas são morangos e cerejas.
  • Mix de castanhas, com nozes, amêndoas, amendoim, pistache…
  • Chocolate ou alguma outra sobremesa, pode até ser macarrons ou uma pâtisserie (doces franceses que mais parecem uma obra de arte).
  • Baguetes
  • Vinho
  • Água

Se tiver criança no piquenique, inclua:

  • Suco
  • Queijinhos mais próprios para o paladar infantil
  • Um pacote de chips
  • Um pacote de balinhas gelatinosas estilo Haribo

Aqui seguem os itens de apoio que precisamos para viabilizar o piquenique:

  • Toalha ou canga (para forrar o chão e sentar em cima)
  • Taças de vinho descartáveis ou em acrílico
  • Abridor de vinhos
  • Faca para cortar o queijo
  • Tábua de madeira para os queijos (opcional)
  • Pratinhos e potinhos descartáveis ou semi- descartáveis (opcional)

Vale dizer também, que mesmo que você não tenha preparado nada, você pode “piquenicar” de forma muito espontânea, ou seja, compre um sanduíche em alguma boulangerie (evite comprar pão em supermercados em Paris, são muitas padarias espalhadas pela cidade e a diferença de qualidade é exorbitante – saiba que os franceses levam a questão do pão muito a sério, mas isso será assunto para outro post). Além do sanduíche, compre algo para beber que não precise de copo e nem abridor, sente-se na beira do Sena ou em algum dos jardins espalhados pela cidade, observe o vai e vem dos barcos e turistas e pronto, você já estará vivendo esta experiência barata e gostosa.

Importante ressaltar que cada um é responsável por recolher todo seu lixo, então pense em levar uma sacolinha para facilitar a organização quando terminar seu piquenique. Outra coisa a se pensar é sobre o uso do toilette, afinal essa é a única desvantagem de em um piquenique. Tente localizar algum banheiro público próximo de onde você irá se instalar – em geral, os bares próximos de lugares onde tem muita gente fazendo piquenique não deixam você utilizar o banheiro se você não consumir nada, mas se você comprar uma água ou um cafezinho eles vão liberar o banheiro para você.

Alors, a todos um bom piquenique em Paris! Quem sabe a gente não se encontra por aí, afinal eu adoro um piquenique e compartilhei com vocês os meus lugares favoritos!


Atualização 19/12/2018

Conforme prometemos neste post, lançamos oficialmente o Passeio de Bike com Piquenique para Crianças para a temporada 2019!

Há tempos desejávamos lançar um passeio de bicicleta em Paris que pudéssemos levar crianças de todas as idades. Enfim desenhamos um roteiro que ficou perfeito para quem viaja com os pimpolhos!

A rota de bicicleta é super-segura, fazemos o percurso todo margeando o Rio Sena, que agora está exclusivo para pedestres e ciclistas! As crianças podem pedalar sem medo de serem felizes! Além da experiência de andar de bicicleta rodeado pelas mais belas paisagens parisienses e todo contexto histórico mais adaptado aos pequenos, a proposta deste passeio é fazermos um delicioso piquenique na Torre Eiffel.

Tivemos a oportunidade de testar este passeio com quatro famílias em 2018 e foi incrível! As crianças se divertem muito e amaram a experiência de fazer o piquenique nos gramados da Torre Eiffel.

Todo o piquenique é preparado por nós, seguindo a risca as dicas que demos acima. Tudo pensado tanto para as crianças quanto para os papais! Este roteiro acontece em formato privativo, desta forma podemos ir no ritmo da sua família!

Traga sua família para um passeio inesquecível!

Informações e reservas: https://meianoiteemparis.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *